16 de agosto de 2009

O Povo do Lago - Richard E. Leakey


Em 1972, o paleontólogo Bernard Ngeneo encontrou na margem do Lago Turkana um pedaço de osso: era um pedaço da parte frontal de um crânio, ele tinha feito parte da carcaça de um cérebro extraordinariamente grande. Foram encontrados mais fragmentos do crânio e com um trabalho minucioso o crânio foi reconstruído. O crânio catalogado com o nº 1470 foi estudado e ficou constatado com toda a segurança que pertence ao gênero Homo, um membro do nosso ancestral direto que viveu e morreu perto da margem do antigo lago, há cerca de 2 milhões de anos. Essa experiência ajuda a justificar que o gênero Homo nasceu há pelo menos 2 milhões de anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário