30 de abril de 2011

Credulidade e Efeito Barnum ou Forer - Guenia Bunchaft *

O Efeito Barnum ou Forer é objeto de estudo teórico e pesquisa empírica na psicologia. Trata-se de uma manifestação particular de credulidade. Consiste na aceitação pelas pessoas de descrições de personalidade fictícias como exatas e verdadeiras. O Efeito Barnum está relacionado ao problema da distinção entre ciência e pseudociência, bem como aos processos de validação científica de instrumentos de avaliação de personalidade.Os resultados dessas pesquisas suscitam tanto problemas teóricos, como é o caso da distinção entre ciência e pseudociência, quanto questões de natureza prática, aplicáveis à experiência de profissionais da saúde de modo geral, notadamente na de psicólogos e psiquiatras. A implementação de processos educativos e psicossociais visando à prevenção e ao controle da credulidade estão relacionados ao desenvolvimento do pensamento crítico. (reupado)

27 de abril de 2011

Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação - Edna Lúcia da Silva

A elaboração de um projeto de pesquisa e o desenvolvimento da própria pesquisa, seja ela uma dissertação ou tese, necessitam, para que seus resultados sejam satisfatórios, estar baseados em planejamento cuidadoso, reflexões conceituais sólidas e alicerçados em conhecimentos já existentes.A pesquisa é um trabalho em processo não totalmente controlável ou previsível. Adotar uma metodologia significa escolher um caminho, um percurso global do espírito. O percurso, muitas vezes, requer ser reinventado a cada etapa. Precisamos, então, não somente de regras e sim de muita criatividade e imaginação.

20 de abril de 2011

Ciência, pseudociência e o fascínio popular - Raymundo de Lima

Rádio, televisão e internet divulgam fórmulas milagrosas para tratar calvície, emagrecer, até para aumentar o tamanho do pênis. Técnicas bizarras ensinam a aplicar o próprio sangue [hemoterapia?], tomar a própria unina [urinoterapia?], viver apenas tomando luz [helioterapia?] etc.
Algumas igrejas entram em franca concorrência com a medicina e a psicologia, oferecendo curas ou milagres grátis para diversas enferminades. Uma oferece águas milagrosas para todos os males, outra recomenda um mantra para zerar estresse, ou seja, usam sugestão e superstição, se aproveitam da boa fé ou ingenuidade popular. A prática de curandeirismo é crime previsto por lei, mas as pseudoterapias vão se disseminando na sociedade graças aingnorância do povo e a omissão dos poderes públicos responsáveis.
Download
reupado

14 de abril de 2011

Demarcando Ciência e Pseudociência para alunos do Ensino Médio - Osvaldo Dias Venezuela

Esse trabalho apresenta uma proposta de demarcação entre Ciências e Pseudociências para alunos do ensino médio, tem como objetivo aumentar o ceticismo dos alunos. Para isso os alunos foram submetidos a intervenções sobre Astrologia, Premonições, Aparições e o livro O Segredo.
Para aumentar o ceticismo e consequentemente reduzir a “credulidade” dos alunos do Ensino Médio, uma proposta foi elaborada que mostra como confrontar Ciência e Pseudociência, através de intervenções com textos, filmes e atividades que buscaram esclarecer os alunos sobre Astrologia, Premonição, Aparições e sobre a lei da Atração em uma escola pública do estado de São Paulo.
Download
Novo Link!

7 de abril de 2011

A Revolução Darwiniana - Daniel Dennett *

Uma das contribuições fundamentais de Darwin é mostrar-nos uma nova maneira de dar sentido às perguntas pelo “por que”. Queiramos ou não, a ideia de Darwin oferece-nos uma maneira — clara, convincente e espantosamente versátil — de dissolver estes velhos enigmas. É preciso tempo para nos habituarmos à sua ideia, e ela é muitas vezes mal aplicada, mesmo pelos seus amigos mais dedicados. […] O que ganhamos é, pela primeira vez, um sistema explicativo estável que não anda às voltas nem entra numa espiral infinita de mistérios. Aparentemente, algumas pessoas preferem a regressão infinita de mistérios, mas hoje em dia o custo desta estratégia é proibitivo: deixar-se enganar. Podemos enganar a nós próprios, ou deixar essa tarefa a outras pessoas, mas não há uma forma intelectualmente defensável de reconstruir as poderosas barreiras à compreensão que Darwin derrubou.

4 de abril de 2011

Metodologia cientifica - Gian Danton *

Ao contrário do que dão a entender a maioria dos livros de metodologia, o conhecimento científico não é algo pronto e acabado, indiscutível. Na verdade, o século XX foi palco de uma apaixonada discussão sobre o que é ciência, quais são suas características e sua relação com os outros tipos de conhecimento. Os pensadores que exploraram o tema discordam entre si e há até aqueles que defendem que um método científico é impossível. Outros têm denunciado a ideologia por trás do método científico, tais como Edgar Morin e Hebert Marcuse, que acusam a ciência e a tecnologia de promoverem a transformação do homem em coisa e a compartimentação do saber.Entretanto, a noção que se tem hoje do conhecimento científico é influenciada pelos pontos de vista do Círculo de Viena e dos pensadores Karl Popper e Thomas S. Kuhn pela influência de suas propostas epistemológicas.

1 de abril de 2011

O Herói de Mil Faces - Joseph Campbell *


Embora apresentem amplas variações em termos de incidentes, de ambientes e de costumes, os mitos de todas as civilizações oferecem um número limitado de respostas aos mistérios da vida. Em O Herói de Mil Faces, Joseph Campbell - reconhecidamente, um dos maiores estudiosos e mais profundos intérpretes da mitologia universal - apresenta o herói compósito: Apoio, Wotan, Buda e numerosos outros protagonistas da religiões, dos contos de fada e do folclore representam simultaneamente as várias fases de uma mesma história. O relacionamento entre seus símbolos atemporais e os símbolos detectados nos sonhos pela moderna psicologia profunda é o ponto de partida da interpretação oferecida por Campbell.
Download - Reupado